10 Princípios de um Bom Design (de Dieter Rams)

10 Princípios de um Bom Design (de Dieter Rams)

janeiro 14, 2022 Curiosidade Design 0
Dieter-Rams-Poster-Less-but-better-Design-Quotes-Dieter-Rams-Print-Braun-Poster-Dieter-Rams-Braun

Autora:
Original: https://www.des1gnon.com/2021/04/principios-de-um-bom-design/
27 de Abril de 2021

O constante aceleramento da tecnologia e das mudanças sociais traz a sensação de que sempre estamos em busca de mais.

Mais curtidas, mais conteúdo, mais aprendizado, mais dados, mais velocidade, mais eficiência, mais aquisições, mais experiências… E isso é ainda mais evidente dentro da internet.

Quando essa busca por mais acontece, é difícil pensar a longo prazo nos impactos que isso pode causar.

O 10 princípios do bom design de Dieter Rams, um dos designers industriais mais relevantes do século XX, nos ajudam a criar coisas mais bem pensadas, com uma qualidade maior, duradoura e resiliente.

Rams acredita que menos, porém melhor, é o caminho para o bom design. Pensar na simplificação e nas pessoas torna o produto ainda melhor e com garantia de um impacto positivo ao longo prazo.

Menos, mas melhor. Design less but better - Dieter Rams

Resumidamente, trouxemos os 10 princípios do bom design, segundo Rams:

01 – O bom design é inovador

Não podemos considerar as possibilidades de inovação como algo já esgotado. Com o desenvolvimento tecnológico a todo vapor, não faltam oportunidades para um design inovador.

02 – Um bom design torna um produto útil

Um produto precisa ser criado para ter uma funcionalidade clara e, além disso, deve satisfazer critérios psicológicos e estéticos também. Um bom design pode enfatizar a utilidade de um produto e, ao mesmo tempo, desconsiderar qualquer coisa que possa prejudicá-lo.

03 – Bom design é estético

A estética precisa estar aliada à funcionalidade. Os produtos que usamos todos os dias afetam nossa pessoa e nosso bem-estar. Mas apenas objetos bem executados podem ser bonitos.

04 – Um bom design torna um produto compreensível

Torne o seu produto autoexplicativo. Se o seu produto precisa de muitas explicações para ser compreendido, então ele não é um bom produto. 

05 – Bom design é discreto

Um design deve ser neutro e restrito, para deixar espaço para a auto expressão do usuário. O seu produto não é pensado para ser uma obra de arte, mas sim para ser funcional.

06 – Bom design é honesto

Ser honesto é não tentar manipular o consumidor com promessas que não podem ser cumpridas.

07 – Bom design é duradouro

A atemporalidade é a palavra-chave. Pensar em um produto que não é criado e pensado apenas pela moda e, dessa forma, nunca vai parecer antiquado.

08 – Um bom design é minucioso 

O cuidado e a precisão no processo de design mostram respeito para com o usuário, nada deve ser arbitrário ou deixado ao acaso.

09 – Um bom design é sustentável

Lembra que falamos sobre os impactos a longo prazo? O design é uma importante contribuição para a preservação do meio ambiente. Ele conserva recursos e minimiza a poluição física e visual durante todo o ciclo de vida do produto, é importante que ele seja pensado e considerado para tornar-se um bom design.

10 – Um bom design é o mínimo possível

Menos, mas melhor – Concentra os aspectos essenciais e os produtos não são sobrecarregados com o não essencial. Pensado para ser algo simples, atemporal, funcional e melhor.

Um bom design importa, e vai além de interfaces digitais e produtos esteticamente bonitos. Tudo é design

Ter um bom design pode melhorar a qualidade de vida e impressões de um usuário, e quando o contrário acontece, o mau design pode gerar frustrações e desmotivação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá!
Clique no botão "abrir chat" para ser direcionado ao whatsapp web,